# # # #

4 erros fatais para a imagem do seu restaurante no mercado

25

out

Evite passar por situações desagradáveis e preserve a imagem do seu Restaurante

Quando se abre uma empresa, além de se preocupar com uma boa gestão, você, empreendedor deve também se posicionar muito bem perante os clientes e a concorrência. Isso é fundamental para a imagem do seu restaurante.

Você sabe quais pontos que merecem atenção?

Alguns deslizes são fatais. Selecionamos os quatro erros principais que ainda encontramos no universo empresarial.

Você não vai acreditar que algumas situações colocadas aqui ainda se repitam, mas o alerta é sempre válido. Confira!  

Erro nº 1 – Difamar a concorrência

Prestar atenção no que ocorre ao redor do seu negócio é um hábito necessário no cenário empresarial.

Mas isso não quer dizer que você deve também difamar o concorrente.

Infelizmente, seja por falta de instrução, ou por acreditar que deve adotar uma posição mais agressiva, muitos empreendedores ainda apostam nesse tipo de postura.

Lidar com a concorrência não é uma tarefa complicado. É preciso ter em mente que:

– Todo mercado tem concorrência, caso contrário, não haveria chances de crescimento para nenhum negócio. Afinal, você se esforçaria para se destacar, se não tivesse ninguém para competir?;

– Analisar a concorrência é entender o que funciona, ou não, e aprender com as decisões que são tomadas no mercado;

– Um concorrente não é um inimigo. Inclusive, em um mercado competitivo, empresas que mostram diferenciais variados acabam por agradar diversos segmentos de público e isso se torna saudável para a economia como um todo.

Quer um exemplo de como a difamação pode ser prejudicial?

O próprio Sistema Vitto presenciou o relato de um cliente que fez contato com um concorrente do mercado. Ele ficou tão assustado com a maneira como foi atendido, que imediatamente optou por não contratar o serviço. Segundo ele a atendente demonstrou irritação ao ouvir a marca Vitto e então passou a difamar o sistema.

O cliente, que pediu para não ser identificado, fez um breve relato da situação aos colaboradores do Vitto:

“[Ela] disse que o suporte não funciona, que no Vitto não é possível receber pedidos via telefone, que o cardápio do sistema não possibilitava trabalhar com produtos no formato montagem e que a Vitto cobrava valores adicionais por número de cadastros de clientes, ou por número de pedidos.”

Essa situação mostra uma grande lição: ao difamar um concorrente você estará apenas prejudicando a própria imagem por manter uma conduta antiética.

Não cometa esse erro.

 

Erro nº 2 – Falta de originalidade

Esse erro parece óbvio, mas ele segue vivo no mundo dos negócios. E ele ocorre por um pensamento muito comum:

“Preciso ser melhor que meu concorrente”

Você precisa mesmo? Ao invés de ser melhor em algo que já é oferecido no mercado, que tal fazer diferente?

Ser original é o que vai fazer o olho do consumidor brilhar. Vamos usar como exemplo o próprio mercado de Delivery de comida.

Atualmente o consumidor  final conta com inúmeras possibilidades de pedido online. A base e o objetivo dos sistemas oferecidos no mercado são os mesmos. Um deles tornar essa atividade prática e rápida, correto?

Qual fator de influência tem mais chances de conquistar o cliente:

a) Aquele sistema que oferece exatamente as mesmas funções que o concorrente, mas com alguns ajustes faz a execução do pedido em menor tempo, ou seja, “mesmo objetivo, melhor desempenho”?

b) Ou o sistema que além de ser melhor em termos de desempenho ainda oferece funcionalidades diversificadas e que se ajustam às necessidades de um público-alvo específico?

Pense como o próprio consumidor e a resposta virá. A originalidade, na maioria das vezes, é o segredo do sucesso do negócio.

 

Erro nº 3 – Prometer o que não pode cumprir

Esse é um erro clássico, que está muito presente na cultura do país em diversos segmentos, inclusive.

Para evitá-lo, a regra é clara.

Sempre se certifique que os serviços oferecidos realmente poderão ser executados, ou que os produtos divulgados atenderão determinado volume de vendas.

Alguns empreendedores acabam tropeçando nesse erro pela falta de uma pesquisa prévia mais detalhada.  É um cuidado simples e que fará toda diferença na imagem do restaurante, já que essa é uma das atitudes que reforçam o compromisso da marca com o cliente.

 

Erro nº 4 – Oferecer ao cliente algo que você mesmo não gostaria de ter

Teste, você mesmo, tudo o que oferece.

Se você se preocupa com a qualidade do seu produto, não há outra saída a não ser conferir de perto o que está sendo feito e experimentar quantas vezes for preciso até que fique perfeito para venda.

É comum ver empreendimentos prejudicarem a própria imagem por ter um gestor ausente no processo de produção. A alta demanda realmente pode atrapalhar a rotina do restaurante, mas é preciso criar soluções para aperfeiçoar os testes de qualidade.

Sirva uma comida que você mesmo apreciaria.

Se você prestar atenção a esses detalhes com certeza a imagem do seu negócio já será muito mais positiva tanto para os clientes, quanto para os concorrentes.

Gostou? Comente