# # # # # #

4 inovações no transporte do Delivery de comida para repensar sua estratégia

14

jun

2017

Invenções tecnológicas e tradições que se reinventam. Saiba quais as opções para mudar a cara do seu Delivery de comida.

O Delivery de comida tem crescido cada vez mais, principalmente no meio online.

Segundo dados fornecidos pela empresa de consultoria e pesquisas globais McKinsey & Company, coletados no final de 2016, as plataformas online de Delivery de comida estão expandindo e ampliando as escolhas do consumidor.

A empresa identificou quatro comportamentos predominantes dos clientes que utilizam plataformas online para pedir refeições:

  • Preferência pela experiência de pedido personalizada
  • Satisfação em receber o pedido rapidamente, com tolerância máxima de uma hora.
  • Preferência por pedir Delivery em casa e não no trabalho. Dentre os entrevistados da Ásia, Américas do Norte e do Sul, Europa e Oriente Médio, 82% optam pelo conforto do lar.
  • Os finais de semana são os dias favoritos de 74% dos entrevistados.

Pode-se concluir que é válido investir em novas tecnologias para aperfeiçoar o processo de entrega, atendendo com mais precisão os itens acima.

Tem mais motivos para inovar?

Bom, ainda de acordo com o estudo da McKinsey, espera-se que o Delivery Online tenha um crescimento anual de 25% até 2018.

Para garantir uma vaga nesse mercado que só cresce, é bom ficar atento para não deixar nenhuma novidade passar.

Por isso, depois de falarmos de novas tecnologias para a cozinha industrial, agora escolhemos algumas inovações no transporte do Delivery de comida.

 

Robôs no lugar de humanos

Eles sempre têm espaço garantido quando o assunto é “novas tecnologias”. Os robôs já ocuparam seu espaço em indústrias, hospitais e até nas cozinhas. Agora eles também estão marcando território no Delivery de comida.

A empresa de tecnologia Starship Technologies criou um robô que entrega sempre na hora, de forma segura.

De acordo com uma publicação do jornal The Telegraph, de dezembro de 2016, a ideia já foi testada em 40 cidades da Europa. A empresa já tem parceria com a rede de pizzaria Domino’s e com uma rede de delivery britânica.

O equipamento carrega até dez quilos, se guia por meio de um GPS e nove câmeras, evitando obstáculos, e percorre um raio de cinco quilômetros entre 15 e 30 minutos.

Para o cliente retirar a refeição, ele recebe um código para desbloqueio.

O robô é considerado uma alternativa ao uso de Drones, o qual já está expandindo, inclusive.

 

Entregas aéreas

As entregas sem a interferência humana ocorrem por terra e também pelo ar. Os Drones , que inicialmente eram utilizados somente para fins militares, caíram nas graças de um público mais amplo, agradando de filmmakers a engenheiros, sendo utilizados até mesmo como meio de transmissão de grandes eventos como a Copa do Mundo.

Agora,  o equipamento também conhecido como Equipamento Aéreo Não Tripulado (VANT) aterrissa no mercado de Delivery de comida.

Mais uma vez a rede Domino’s entrou na onda e já fez algumas entregas com Drones na Nova Zelândia. Olha só:

A empresa batizou o serviço de Flirtey e pretende expandir o trajeto dos 1,5 quilômetros já atingidos para um raio de dez quilômetros.

 

Triciclos não motorizados: versatilidade e reinvenção

Uma boa palavra para definir o triciclo é versatilidade. Eles são mais econômicos e podem levar as refeições de forma rápida e segura até o cliente. Os modelos não motorizados ainda evitam danos ao meio ambiente.

Eles não são uma novidade, mas seu uso permite soltar a criatividade e inovar mesmo assim. Há empresas especializadas em personalizar triciclos, garantindo a implementação de uma caixa térmica, por exemplo, que até pode ser estilizada e divulgar a marca.

Essa é uma opção que também pode garantir uma renda extra, atuando tanto no Delivery de comida, como ponto de venda itinerante. Além disso, o triciclo ainda contribui com a saúde dos entregadores, que aproveitam as pedaladas para se exercitar.

Vale lembrar: as bikes delivery também são uma opção e ganham cada vez mais espaço. Elas já são bem conhecidas no mercado, mas é sempre válido ressaltar que seus benefícios – muito parecidos aos dos triciclos – podem valer o investimento.

 

Corredores. Isso mesmo… pessoas que são boas em acelerar o passo!

Em meio a tanta tecnologia às vezes não enxergamos soluções que estão bem na nossa frente. Por que não fazer entregas a pé?

A ideia parece absurda inicialmente, mas a pizzaria Sodo, de Londres, conseguiu transformá-la em algo possível. Em 2015, a empresa investiu em uma campanha, realizada pela agência TBWA London e em parceria com o grupo de corrida Run Dem Crew.

O objetivo era evitar a emissão de carbono. Foi assim que os corredores entraram em ação. Uma transmissão em tempo real pelo aplicativo Periscope mostrava ao consumidor o trajeto da entrega.


Segundo o portal AdWeek o sucesso foi tão grande que o empreendimento vendeu todas as pizzas disponíveis em três horas.

Já pensou em algo assim? No mínimo seu negócio vai chamar atenção.

 

E então, como você vai inovar o transporte do seu Delivery de comida?

Gostou das novidades do mercado? Compartilhe esse post em suas redes!

 

Referências Bibliográficas

BELTRONE, Gabriele. Ad of the Day: Pizzeria Uses Periscope-Tracked Runners to Avoid Carbon Emissions. AdWeek, 2016

HIRSCHBERG, Carsten; RAJKO, Alexander; SCGUMACHER, Thomas; WRULICH, Martin. The changing market for food delivery. McKinsey & Company, 2016

HUMPHRIE, Matthew. Starship Robots Will Deliver Pizza for Domino’s. Entrepreneur, 2017

MCGOOGAN, Cara. Just Eat delivery robot to replace human drivers. The Telegraph, 2016

MURPHY, Mike. The future is here: Drones are delivering Domino’s pizzas to customers. Quartz, 2016

 

 

Gostou? Comente