# # #

Gestão de Pessoas: você valoriza seus colaboradores?

12

abr

2017

Investimento em marketing e tecnologia não será suficiente se sua equipe está desmotivada. Por isso, melhore sua Gestão de Pessoas

A improdutividade é uma questão delicada que geralmente surge no meio empresarial. No caso do Delivery não é diferente. Muitas vezes ela está ligada com a desmotivação no ambiente de trabalho. É nesse momento que a Gestão de Pessoas precisa de uma revisão.

Há hábitos saudáveis e até mesmo simples que podem fazer parte da rotina de trabalho e trazer melhorias tanto para a equipe, quanto para a em empresa de um modo geral.

Confira quais atitudes podem fazer a diferença.

 

Ouça o colaborador

É primordial dar voz ao colaborador. Mesmo que seja por meio de bilhetes disponibilizados ao lado da caixinha de sugestões.

É o funcionário que está inserido na rotina da empresa e ninguém melhor do que ele para falar sobre o que está fluindo bem, ou não, nas atividades diárias.

 

Reconheça as boas práticas

Se alguém se saiu muito bem no atendimento, valorize. Se na cozinha um colaborador conseguiu inovar, valorize também.

E como fazer isso? Atualmente há empresas que financiam prêmios, ou até viagens. Se não há orçamento para isso, tudo bem. É possível celebrar em equipe com um happy hour no final do mês, por exemplo.

Outro ponto importante é mostrar ao time que não é o excesso de trabalho, ou o fato de ficar na empresa depois do expediente, que fará ele ser reconhecido como exemplar.

“Os workaholics não são heróis. Não salvam o dia – apenas o consomem. O verdadeiro herói já está em casa, pois descobriu um jeito mais rápido de concluir o trabalho.” – trecho do livro Reinvente Sua Empresa

Executar um bom trabalho significa mostrar novas soluções para a entrega de resultados e não é preciso ultrapassar o horário para isso.

 

Promova a satisfação em estar ali

É preciso proporcionar um ambiente de trabalho motivador, manter o colaborador satisfeito com a atividade que exerce.

No livro Ecosystem for Business (Ecossistema para Negócios), os autores Evert Jan van Hasselt e Pauline Romanesco falam sobre identificar o DNA do ecossistema, ou seja, a razão de ser e a identidade do negócio, o que impactará no ambiente de trabalho.

“A resposta para a questão ‘quem somos nós e o por que estamos juntos’ é o coração da identidade. A identidade pode ser reconhecida em todas as ações do ecossistema. É revelada pelas ações no mundo, assim como pelo sentimento interno existente entre os participantes do ecossistema.”

O colaborador que entende qual é o motivo da existência da empresa e sua consequente participação dentro disso, poderá sentir-se mais satisfeito em atuar ali, ficando mais motivado e contribuindo para um ambiente de trabalho mais leve e descontraído.

 

Participe também

Só observar e dar ordens pode criar uma barreira entre o gestor e o colaborador. O ideal é manter a interação entre as duas partes.

Por isso, gestor, seja participativo nos processos.

Acompanhe o funcionamento do Delivery, por exemplo, desde o recebimento do pedido, até o retorno do entregador ao restaurante.

Mas lembre-se: isso não significa vigiar a equipe. Demonstre que você confia no trabalho que ocorre ali, mas que também se importa e quer ter o conhecimento necessário para entender como tudo funciona, oferecendo ajuda se for preciso.

 

Crie um programa de engajamento

E se, em uma dinâmica de grupo mensal, os colaboradores fossem estimulados a pensar em novas ideias para implementar na empresa? E se o autor da melhor ideia ganhasse um bônus no salário por isso?

Esse pode ser um bom programa de engajamento. Ok, no ambiente em que o processo do Delivery ocorre tudo ganha um ritmo acelerado e não há tempo para isso, certo?

Há várias formas de engajar os colaboradores. É possível buscar horários alternativos para as atividades.

Um exemplo simples: um Delivery de comida mexicano tem muito movimento no período da noite. O gestor pode então sugerir que, a cada mês, cada colaborador da equipe execute um dos pratos do cardápio para servir ao time na hora do almoço. O funcionário autor da melhor reprodução pode ganhar o direito de se inscrever em um workshop para aprender uma nova habilidade, por exemplo.

Não há limites para a criatividade.

 

Aposte em eventos

Um simples bolo de padaria pode fazer a diferença quando se reúne a equipe para comemorar um bom resultado.

Celebrar um feito de sucesso, o aniversário de um colaborador, ou até mesmo uma data comemorativa importante para a empresa pode fazer parte das ações de reconhecimento, citadas anteriormente.

 

Por fim, pense no quebra-cabeça

Cada colaborador é uma peça fundamental no funcionamento do negócio. Eles são valiosos por isso e o gestor sabe. Mas é importante que o  próprio colaborador também saiba se valorizar dentro daquilo que executa.

  • Um entregador do Delivery deve perceber que sem ele os clientes jamais terão suas refeições entregues como o combinado.
  • Um pizzaiolo pode sentir-se orgulhoso por colocar em prática receitas que fazem parte de um momento prazeroso de muitas pessoas.
  • O pessoal do atendimento deve entender que passar a informação correta é o que fará todo processo ter sucesso.

O gestor deve sempre encontrar formas criativas de ressaltar o potencial individual, para motivar o time.

De acordo com artigo publicado no site Endeavor, o bom gestor é aquele que:

– Treina os novos colaboradores com eficiência

– Sabe recompensar de forma justa

– Motiva a equipe a alcançar metas

– É capaz de contratar pessoas “com potencial de serem melhores do que ele mesmo”

Além de seguir as sugestões descritas nesse post, ainda é preciso lembrar de uma questão fundamental para que tudo isso tenha algum efeito: acredite no potencial de crescimento do seu colaborador, independentemente do papel desempenhado na equipe.

 

Gostou desse post? Compartilhe!

 

Referências Bibliográficas

FRIED, Jason e HANSSON, David Heinemeier. Reinvente sua Empresa – mude sua maneira de trabalhar. Sextante, 2012

Gestão de pessoas: entenda sua importância para a empresa. Endeavor, 2014

HASSELT, Evert Jan van e ROMANESCO, Pauline. Ecosystem for Business – From Efficiency to Effectiveness. Society 3.0 Foundation, 2013

 

Gostou? Comente